Porto ao som da RFM

Como já foi comentado anteriormente, as web rádios têm um papel muito importante nestes novos meios de comunicação. A medida que vamos desenvolvendo a cidade do Porto, a nossa intenção é dar a conhecer a cultura portuguesa. Ontem à noite foi a vez da música e que melhor que ao som das grandes músicas da RFM no largo da Casa da Música.

Os nossos amigos ficaram encantados e muito animados e nós aproveitamos para gravar um vídeo.

Reinventar o espaço

Em todas as cidades, encontramos lugares completamente abandonados ou outros que embora recuperados, poderiam eventualmente, ter outro destino mais adequado. Desta vez, tentamos reinventar precisamente um espaço já recuperado mas que se encontra tão escondido que praticamente ninguém sabe da sua existência. Trata-se de um pequeno jardim nas traseiras do novo Edifício da EDP no Porto.  A nossa intenção não é de forma alguma criticar o que está feito, até porque não sabemos os fundamentos da sua execução, simplesmente queremos deixar aqui uma ideia diferente, cheia de vida, e que provavelmente só num espaço virtual poderá ser explorada. Vamos seguramente, continuar a reinventar espaços.


Porto abre as portas ao mundo

 

Tal como prometido no “post” anterior, vamos partilhar o nosso último trabalho, a criação da zona empresarial da Boavista numa plataforma de realidade virtual.

A nossa principal missão com este novo projecto é modernizar o mundo empresarial português e dar-lhe uma outra dinâmica, que certamente ajudará a aumentar a sua rentabilidade. Desta forma, poderemos muito mais facilmente promover a internacionalização desta cidade e aumentar a sua actividade comercial.

Se pretender que o seu negócio se encontre incluído neste inovador projecto, entre contacto connosco. Não se arrependerá!

Cientes da existência da dificuldade de perceber como funcionam estas novas tecnologias, seria bom que visse com os seus próprios olhos do que estamos a falar. Para registar-se clique aqui e siga as instruções. Nós estaremos de braços abertos e dispostos a dar o apoio necessário.

E, como uma imagem vale mais do que mil palavras, veja algumas das fotos da cidade e o vídeo da inauguração.

Porto, uma cidade em movimento

Responsabilidade, emoção, entusiasmo, compromisso, são algumas das sensações que estamos a experimentar com este novo projecto. Sim, exactamente, é a cidade do Porto, a nossa cidade. Nas imagens podem-se apreciar alguns do monumentos e edifícios da zona empresarial da Boavista, assim como as lojas que existem na realidade.

Com este projecto conseguiremos fazer do Porto a 1ª. cidade portuguesa interactiva no mundo virtual. Consegue imaginar o potencial que podem ter os negócios reais no mundo virtual? Sem limites!

Nós continuamos a trabalhar! Poderá acompanhar o crescimento neste blog.

O Porto não pára.


Porto e Londres

Todos nós conhecemos as ligações entre estas duas cidades, sendo provavelmente o vinho do Porto a relação mais forte. Fomos visitá-los e desta vez montamos tudo às portas de Buckingham Palace. Como temos amigos em todo o mundo, a ideia foi mostrar através de alguns cartazes, a nossa cidade. Foi mais um agradável momento (cerca de 2 horas) passado em alegre convívio. Aqui fica mais um video.

Se pretenderem visitar basta clicar aqui . Brevemente traremos mais novidades.

Promover cidade em mundo virtual.

Há seguramente muitas formas de promoção de uma cidade em realidade virtual. Desta vez desenhamos um bar.  “Porto Bar” é o seu nome e aqui adicionámos algumas imagens da cidade do Porto. Pretendemos realizar outros eventos onde se apresentem algumas actividades a realizar na cidade. Como foi o primeiro evento deste género, deixamos aqui um apontamento..

Juntem-se a nós. Cliquem aqui.

Porto não pára… Djavan vai estar na cidade.

E nós vamos dar uma ajuda na sua promoção em outros mundos.

Somos assim, gostamos imenso desta cidade.

A “Casa da Musica” está a organizar os eventos de verão.

100 eventos dos quais 50 são grátis! Não percam a oportunidade.

Fizemos e colocamos os cartazes no mundo virtual.

Convidamos amigos para conhecer o cantor…  e divertimo-nos imenso.

Como tudo o que fazemos tem que que ter algo de inovador, produzimos este vídeo.

Agora contamos com todos na divulgação.

Patinagem no gelo. No Porto?

Não, não existe. Nem sabemos se algum dia existirá. Apenas queremos demonstrar como os mundos virtuais podem alterar a dinâmica das cidades. Para além dos desenhos arquitetónicos as pessoas podem vivenciar os ambientes.

Vejamos um exemplo.

Transformamos este emblemático edifício da cidade do Porto num ringue de patinagem no gelo, no qual se pode praticar qualquer actividade desportiva associada (hóquei, patinagem artística, etc) .

Deixamos aqui umas fotos do que já fizemos.    

Realidade virtual pode ser factor de agregação de projectos e de pessoas.

Grandes eventos… !

Pois é,…grandes eventos gostamos de partilhar com os nossos amigos.

De preferência “off-line” e sem dúvida que assim deve ser. No entanto, por muito que gostássemos, muitas vezes tal não é possível. Trabalho… ou seja o que fôr, ficamos privados desses fantásticos momentos em que vibramos com a causa. Depois lembramos-nos que afinal há sempre um último recurso… será que está alguém “on-line” em qualquer sítio. Sim há… encontrei um grande amigo! Afinal já não estou sózinho. Menos mal… !

Agora imagine que o que lhe proponho é viver, partilhar e emocionares-se desta maneira? Não é qualquer um que assiste a uma grande final de futebol em realidade virtual.  🙂

Na próxima oportunidade, não tenho dúvida que nos encontraremos.

Afinal, o mais importante no meio de isto tudo é que esta taça seria mesmo PORTUGUESA, independentemente de quem ganhasse o jogo.

Obs: Nenhuma imagem deste blogue é fotomontagem. Isto é realidade virtual e estas fotografias são tiradas dentro desse mundo.

Promover património

Um enorme potencial para Municípios contarem a sua história. Deixo aqui um exemplo, como estes mundos potenciam conhecimento. Dentro destes espaços podem criar painéis com informação relevante dos vários edifícios. Algumas cidades classificadas como património da Humanidade deveriam investir nestes meios. A cidade do Porto poderia ser uma delas e usufruir da enorme mais valia do aeroporto Sá Carneiro como operador “low-cost”, potencializando assim a vinda de um maior número de turistas.

A Igreja Catedral de São Paulo, o Apóstolo, mais conhecida como Catedral de São Paulo, (em inglês St Paul’s Cathedral) é uma catedral anglicana em Ludgate Hill, na cidade de Londres, na Inglaterra. É a sede do Bispo de Londres.

O edifício actual, projecto a cargo do arquitecto Christopher Wren, data do século XVII e é geralmente considerado como a quinta Catedral de São Paulo, embora o número possa ser maior se todas as reconstruções medievais forem contadas como uma nova catedral. A catedral é atualmente um dos sítios de maior visitação na cidade de Londres. Foi também nesta catedral que Charles, Príncipe de Gales, casou-se com Lady Diana Spencer, em 1981. A cúpula da catedral é a segunda maior do mundo (só sendo ultrapassada pela Basílica de São Pedro) e dela se tem uma visão ampla de Londres.

Neste local foi erguida, em 604 d.C., a primeira igreja da Inglaterra, feita de madeira. A igreja foi feita sob as exigências de São Mellitus, seguidor de Agostinho de Cantuária, cuja missão principal era evangelizar os anglo-saxões que habitavam a região. O prédio da igreja foi reformado em 675, 962 e novamente em 1087 até ser destruída por um incêndio na Grande Londres.

Após as sucessivas reformas, a catedral permaneceu abandonada até que o arquiteto inglês Inigo Jones iniciou uma restauração definitiva da catedral em 1633, acrescentando a atual fachada neoclássica e outra cúpula de madeira. No entanto, a antiga catedral foi incendiada novamente e a cúpula acabou por ruir novamente e a igreja teve de ser reformada, porém desta vez foi contratado o renomado arquiteto Christopher Wren que aplicou o estilo barroco na catedral.